Governança Editorial

Política de Governança

Visando dotar a RGSA de um sistema de governança eficiente e compatível com as melhores práticas editoriais foi desenvolvida uma nomenclatura própria para sua política editorial. Outrossim, a RGSA declara explicitamente sua adesão ao código de Boas Práticas da Publicação Científica da ANPAD. A partir desse antecedente, para cada instância desta governança – Conselho Editorial, Comitê Científico e Editor - há uma definição precisa de atribuições e responsabilidades, ressaltando a necessidade de garantir sempre os melhores princípios éticos e a plena transparência do processo editorial.

Conselho Editorial

O Conselho Editorial é constituído por acadêmicos de diferentes instituições de ensino e pesquisa do Brasil e do exterior, com alta representatividade no meio acadêmico. Seus membros não atuam exclusivamente na área de gestão socioambiental. A atuação do Conselho Editorial não é feita, necessariamente, de forma coletiva. Não há previsão de reuniões ordinárias para tratar de questões pautadas. Não há envolvimento formal dos membros do Conselho Editorial com a entidade legalmente responsável pela publicação da revista. Cada membro participa nos trabalhos da revista de forma individual, por meio de uma articulação do Comitê Científico ou do Editor. De fato, cada membro atua como conselheiro do Comitê Científico e do Editor indicando pareceristas, interpretando e sugerindo aperfeiçoamentos na Política Editorial, divulgando a revista, posicionando-se como árbitro em questões estratégicas da RGSA no meio acadêmico e profissional. O Conselho Editorial não supervisiona ou interfere no processo editorial, estando afastado do processo de arbitramento de artigos. Manifesta-se em assuntos relevantes, tais como a consistência da política editorial e das publicações, sua qualidade e também sobre as questões éticas pertinentes à gestão editorial e à divulgação de artigos. Cada membro assume também a função de “ouvidor” da comunidade científica atuante na área, garantindo a credibilidade acadêmica e a postura que se espera de uma revista científica.

Comitê Científico

O Comitê Científico é constituído por representantes acadêmicos de diversos grupos de pesquisa atuantes na área socioambiental em Instituições de Ensino Superior – IES, provenientes de diferentes regiões do país. Poderá haver representação internacional, garantida a sua participação efetiva nos rumos da revista. A missão desse Comitê é assegurar a credibilidade dos procedimentos editoriais adotados, a consistência temática e a qualidade final das publicações, o que implica em compromisso com os critérios de indexação em bases de dados bibliométicos renomados. Este Comitê também deve buscar apoio institucional e financeiro para a manutenção da RGSA. A atuação do Comitê Científico é feita de forma colegiada, por meio de decisões transparentes e democráticas. As reuniões ocorrem durante dois congressos anuais, o Encontro Nacional de Gestão Empresarial e Meio Ambiente – ENGEMA - e o Encontro Nacional da Associação de Pós-graduação e Pesquisa em Administração – EnANPAD. Nesses eventos científicos, os representantes das IES que compõem o Comitê Científico se reúnem para tratar da política e dos procedimentos editoriais relevantes, incluindo a escolha do Editor Científico, quando assim considerar pertinente. O Editor dirige o Comitê Científico, solicita contribuições de seus membros individuais e convoca reuniões durante os eventos citados para deliberar sobre questões estratégicas e operacionais, quando for necessário. Qualquer membro poderá justificar a convocação de reuniões extraordinárias e pautar temas de relevância para o desenvolvimento da revista, como a indicação de novos membros para compor o comitê e a equipe de revisores. O Comitê poderá sugerir a realização de chamadas especiais para temas de interesse da comunidade de pesquisa, podendo estabelecer fóruns para edições temáticas. O Comitê Científico não interfere diretamente na operação editorial da RGSA, que é de responsabilidade do/a Editor/a e sua equipe.

Editor-Chefe

Editor(a)-Chefe é responsável pela editoração da revista nos seus aspectos técnicos e científicos, com apoio de uma equipe de suporte. Todo o processo editorial é feito por meio do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER), tornando extremamente impessoal o fluxo editorial, como mostra o fluxograma das atividades do processo de editoração da plataforma Open Journal System - OJS, no item de menu “Sobre/Sobre o Sistema de Publicação Eletrônica de Revistas”. O Editor tem atuação específica na seleção prévia de artigos encaminhados para publicação, na sua distribuição entre os revisores, na avaliação do artigo, em função dos pareceres emitidos, e no encaminhamento para a revisão e publicação dos textos aprovados. É sua a atribuição de fazer respeitar as normas adotadas para a publicação e a formatação de artigos. O/A Editor/a coordena os trabalhos do Comitê Científico de forma articulada com as ações dos membros do Conselho Editorial. Ao editor também compete alocar uma Equipe de Suporte Editorial para operar o SEER e eventualmente tratar de tarefas rotineiras do processo editorial, sem repassar suas responsabilidades. 

Editores Associados 2020

  • Prof. Celso Funcia Lemme, Instituto COPPEAD de Administração, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - COPPEAD/UFRJ, Rio de Janeiro, Brasil
  • Zandra Balbinot, Université du Québec à Montréal (UQAM), Canadá
  • Marconi Freitas da Costa, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, Recife, Brasil
  • Lucas Santos Cerqueira, Universidade Federal do Rio Grande - FURG, Brasil
  • Mariana Lima Bandeira, Universidad Andina Simón Bolivar, Sede Ecuador - Investigadora y Docente, Equador

Editores Anteriores

  • Jacques Demajorovic, Centro Universitário FEI, São Paulo, Brasil
  • José Antonio Puppim de Oliveira, Fundação Getulio Vargas (FGV EAESP e FGV EBAPE), Brasil
  • José Célio Silveira Andrade, Universidade Federal da Bahia - UFBA, Salvador, Brasil
  • Lilian Soares Outtes Wanderley, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, Recife, Brasil
  • Maria Tereza Saraiva de Souza, Centro Universitário FEI, São Paulo, Brasil