A IMPLEMENTAÇÃO DO PACTO GLOBAL PELAS EMPRESAS DO PARANÁ

José Antonio Puppim de Oliveira (et al.)

Resumo


Resumo

Responsabilidade socioambiental vem ganhando força nas empresas e na sociedade. Devido ao crescente papel das empresas privadas na economia, elas tem se tornado atores fundamentais para moldar o desenvolvimento de cidades e até países. Algumas iniciativas globais, como o Pacto Global das Nações Unidas, estão tentando buscar o compromisso das empresas para solucionar os problemas do planeta, já que os estados sozinhos têm dificuldade de resolvê-los. Na onda da responsabilidade social, muitas empresas têm firmado o Pacto Global (PG). Porém, até que ponto elas vêm implementando as diretrizes do PG? Uma das críticas do PG é exatamente a falta de um mecanismo de avaliação das empresas. O objetivo deste artigo é analisar a implementação das diretrizes do Pacto Global das Nações Unidas por empresas paranaenses. Primeiramente, foi feito um levantamento em março de 2007 das empresas privadas paranaenses que assinaram o Pacto Global (PG). Foi encontrado um total de 20 empresas, sendo que destas, dez foram selecionadas para a pesquisa. Através de um levantamento pela Internet nas páginas das empresas e do PG, buscou-se verificar se estavam divulgados os compromissos das empresas com o PG. A partir destes dados, foi feita uma análise da implementação de cada um dos 10 princípios do Pacto Global para cada uma das empresas. O artigo expõe e discute os resultados desta pesquisa, e sugere mecanismos para melhorar a avaliação do PG.

Palavras-chave:Responsabilidade Socioambiental, Pacto Global, Pacto Global das Nações Unidas

Resumén

El Pacto Global (PG) intenta hacer con que las empresas ayuden en la solución de los problemas globales, una vez que las naciones tienen capacidad limitada en sus acciones. En la moda de Responsabilidad Social Empresaria (RSE), muchas empresas firmaron el compromiso con el Pacto Global. Pero, hasta que punto las empresas están implementando los principios del Pacto Global? Este artículo analiza el caso de las empresas del estado de Paraná en Brasil. Él desarrolla una metodología de evaluación e aplica ella a las empresas de Paraná que firmaron el Pacto. Los resultados demuestran que pocas empresas reportan de manera apropiada, y hay una necesidad de mejorar los mecanismos de evaluación del PG.

Palabra clave:Responsabilidad Socioambiental, Pacto Global, Pacto Global de Naciones Unidas

Abstract

The Global Compact (GC) of the United Nations tries to bring companies to commit themselves to help in the solutions of the global problems, once the nations cannot solve them alone. In the fashionable wave of Corporate Social Responsibility, a lot of companies have signed up the GC. However, to what extent have companies in the GC implemented the guidelines of the GC? One of the criticisms of the GC is the inexistence of any compliance mechanism. Thus, the objective of this article is to analyze the implementation of the guidelines of the GC by the companies in the state of Parana in Brazil. Through a search in the Internet on the site of the GC and on the sites of the companies, we examined the implementation of the 10 principles of the GC for each of the companies. The results show that few companies actually implement the basics of the GC, such as reporting appropriately. In the end, we suggest ways to improve the evaluation of the GC.

Key Words: Socioenvironmental Responsibility, Global Compact, Global Compact of United Nations


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24857/rgsa.v2i3.96

Direitos autorais 2014 Revista de Gestão Social e Ambiental

Revista de Gestão Social e Ambiental ISSN: 1981-982X