A ATITUDE DO CONSUMIDOR EM RELAÇÃO ÀS CARACTERÍSTICAS ECOLÓGICAS DAS EMBALAGENS

Beatriz Gondim Matos, Claudia Buhamra Abreu Romero

Resumo


O Brasil se destaca na produção de embalagens assim como no descarte. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente (2009), 25 mil toneladas de embalagens vão parar, todos os dias, nos depósitos de lixo. Este fato tornou-se questão de reflexão por parte da sociedade. Compreender a atitude dos consumidores em relação às características ecológicas das embalagens torna-se importante diante deste fenômeno. O objetivo deste estudo foi descrever os componentes da atitude do consumidor: crenças ou cognição, afetividade e conação. A pesquisa caracteriza-se quanto aos objetivos como exploratória e descritiva, quanto aos procedimentos técnicos como bibliográfica e de campo, e quanto à forma de abordar o problema como quantitativa. A amostra foi composta de 325 pessoas, de ambos os sexos e de diversos bairros da cidade de Fortaleza. Os resultados demonstram que no nível cognitivo, os respondentes conhecem pouco os símbolos de rotulagem ambiental e, embora, em termos afetivos, lhes atribuam muita importância e avaliem de forma positiva ações relacionadas aos uso/compra das embalagens que apresentam características ecológicas, no nível comportamental é pouca a influência dos símbolos e dessas características nas suas decisões de compra. Ressalte-se que a avaliação positiva que os consumidores têm das atitudes relativas à compra/ao uso de embalagens que apresentam características ecológicas e aos símbolos de rotulagem pode servir como indicador para as empresas investirem em produtos ecológicos e adotarem práticas de gestão ambiental no longo prazo.

Palavras-chave


atitude, embalagens, características ecológicas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24857/rgsa.v6i2.551

Direitos autorais 2014 Revista de Gestão Social e Ambiental

Revista de Gestão Social e Ambiental ISSN: 1981-982X