A RESPONSABILIDADE SOCIAL DAS EMPRESAS E SEUS EFEITOS NO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR: UM ESTUDO QUALITATIVO

Renata Céli Moreira da Silva, Marie Agnes Chauvel

Resumo


O presente estudo teve o objetivo de investigar os efeitos da Responsabilidade Social Corporativa (RSC) sobre o comportamento do consumidor. Como muitos estudos realizados sobre esse tema no Brasil adotaram uma abordagem quantitativa e dado que seus resultados apresentam diferenças e suscitam questões ainda não esclarecidas, optou-se por um estudo qualitativo. Foram feitas entrevistas em profundidade com dez consumidores que eram profissionais da engenharia, todos empregados e responsáveis pelo próprio sustento. Os resultados apontaram que os entrevistados consideram o tema importante, porém, têm visões heterogêneas do que seja RSC. Eles não se lembraram de já ter beneficiado uma empresa socialmente responsável, comprando seus produtos, e alegaram que os motivos foram: falta de informação, pressa, falta de um selo que garantisse a RSC e o fato de os atributos preço e qualidade serem mais relevantes para suas decisões de compra. Por outro lado, alguns entrevistados disseram já ter “punido” empresas irresponsáveis, deixando de comprar seus produtos. Os consumidores entrevistados foram unânimes quanto à necessidade de informação mais facilmente acessível para o comprador (como os selos em produtos), já que eles destacaram que não querem correr atrás da informação, ela precisa estar disponível. Além disso, eles se mostraram céticos em relação às práticas de RSC. Esses resultados sugerem que uma maior transparência por meio da divulgação das informações ou até a existência de um selo padrão que garanta que o produto é de origem socialmente responsável poderiam reduzir o ceticismo e incentivar empresas e consumidores a aderir à RSC.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24857/rgsa.v5i2.292

Direitos autorais 2014 Revista de Gestão Social e Ambiental

Revista de Gestão Social e Ambiental ISSN: 1981-982X