UTILIZAÇÃO DO RESÍDUO RESULTANTE DA COMBUSTÃO DE CARVÃO MINERAL EM USINAS TERMELÉTRICAS NA PRODUÇÃO DE NOVOS MATERIAIS: UMA ANÁLISE A PARTIR DE ARTIGOS CIENTÍFICOS E DE PATENTES

Autores

  • Claudia Terezinha Kniess Docente e pesquisadora da Universidade Nove de Julho (UNINOVE/SP) no Programa de Pós-graduação em Cidades Inteligentes e Sustentáveis, no Programa de Pós-graduação em Administração, no Mestrado Profissional em Administração - Gestão Ambiental e Sustentabilidade e no Mestrado Profissional em Administração - Gestão de Projetos .
  • Priscila Rezende da Costa Docente e pesquisadora da Universidade Nove de Julho (UNINOVE/SP) no Programa de Pós-graduação em Administração
  • Luc Quoniam Université Du Sud Toulon Var (França)
  • André Moraes dos Santos Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Educação Superior de Ciências Sociais Aplicadas

DOI:

https://doi.org/10.24857/rgsa.v13i1.1786

Palavras-chave:

cinzas de carvão, materiais cerâmicos, artigos científicos, análise de patentes, bibliometria.

Resumo

O objetivo geral desta pesquisa foi mapear as aplicações descritoras da utilização do resíduo resultante da combustão do carvão mineral para a geração de energia, cinzas de carvão mineral, na produção de materiais vítreos e cerâmicos. A pesquisa foi exploratória e quantitativa, cujo método foi o bibliométrico. As bases científicas internacionais de artigos consultadas foram: Web Of Science (WOS), Scopus (SC) e Science Direct (SD). No mapeamento e exploração dos artigos, utilizou-se as ferramentas Cite Space II, Carrot2 e Paper Machines a partir da técnica de Heat Mapping. Já a base de patentes utilizada foi a Espacenet e a ferramenta computacional de extração e tratamento das patentes foi o Paten2net, um software de código aberto. Sobre os resultados, foram mapeados nas bases internacionais, de 2000 a 2014, 174 artigos que continham os termos “bottom ash” e “glass” ou “ceramic” e 657 documentos de patentes no período de 1951 a 2015, incluindo pedidos e concessões. De forma específica, os resultados possibilitaram a sistematização de informações esclarecedoras do estado da arte da utilização do resíduo cinzas de carvão na produção de materiais vítreos e cerâmicos, em consonância com Política Nacional de Resíduos Sólidos e com vistas a possibilidades de inovações sustentáveis. O processo de mapeamento, extração e análise de informações de bases de artigos e patentes, utilizado neste estudo, também pode ser replicado em estudos futuros de diferentes áreas do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Claudia Terezinha Kniess, Docente e pesquisadora da Universidade Nove de Julho (UNINOVE/SP) no Programa de Pós-graduação em Cidades Inteligentes e Sustentáveis, no Programa de Pós-graduação em Administração, no Mestrado Profissional em Administração - Gestão Ambiental e Sustentabilidade e no Mestrado Profissional em Administração - Gestão de Projetos .

Cláudia Terezinha Kniess é graduada em Bacharelado em Química pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e em Formação Pedagógica para Formadores da Educação Profissional pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Realizou o curso de aperfeiçoamento em Training on Sustainable Development of Mining no International Institute For Mining Technology ? MINITEC ? Japão (bolsista JICA). Possui mestrado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Santa Catarina (bolsista CAPES) e doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de Santa Catarina com período de estágio de doutorando (sanduíche) no Departamento de Cerâmica e Vidro da Universidade de Aveiro- Portugal (bolsista CAPES). Realizou o Pós Doutorado no Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares ? Centro de Combustíveis Nucleares (IPEN-CCN/USP). Possui experiência no desenvolvimento e coordenação de projetos de pesquisa financiados por agências de fomento. Atua nas áreas de Gestão de Projetos, Gestão Ambiental e Sustentabilidade, Inovação Tecnológica, Valorização de Resíduos Industrias, Engenharia de Materiais, Gestão da Tecnologia e Cidades Inteligentes e Sustentáveis, interagindo com grupos interdisciplinares e multidisciplinares. É coordenadora de projeto aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica ? ANEEL (ANEEL/TRACTEBEL) na área de inovação sustentável. Possui diversos trabalhos publicados em periódicos indexados e apresentados em congressos científicos nacionais e internacionais, como também produtos/processos industriais com registro de patente. A experiência referente à docência e a pesquisa foi adquirida em instituições como a Universidade Federal de Santa Catarina, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/SC), a Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI/SC) e Universidade Ibirapuera (UNIB/SP), esta última também com o exercício da coordenação dos cursos de graduação em Química, Tecnologia em Gestão Ambiental e Tecnologia em Gestão da Qualidade. Atualmente é docente e pesquisadora da Universidade Nove de Julho (UNINOVE/SP) no Programa de Pós-graduação em Cidades Inteligentes e Sustentáveis, no Programa de Pós-graduação em Administração, no Mestrado Profissional em Administração - Gestão Ambiental e Sustentabilidade e no Mestrado Profissional em Administração - Gestão de Projetos . Foi Diretora do Mestrado Profissional em Administração - Gestão Ambiental e Sustentabilidade - UNINOVE (2014-2015). Atualmente é diretora do Programa de Pós-graduação em Cidades Inteligentes e Sustentáveis - UNINOVE. Membro dos grupos de pesquisa em Cidades Inteligentes e Sustentáveis, Inovação e Sustentabilidade, Gerenciamento em Projetos e Gestão da Sustentabilidade. Realiza também atividades de consultoria técnica em empresas nas áreas de Pesquisa e Desenvolvimento, Gestão da Qualidade, Gestão Ambiental e Gestão de Projetos.Editora da Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Revista GeAS. Bolsista de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora Nivel 1D - CNPq.

Priscila Rezende da Costa, Docente e pesquisadora da Universidade Nove de Julho (UNINOVE/SP) no Programa de Pós-graduação em Administração

Doutora em Administração pela Universidade de São Paulo, FEA USP, 2012. Mestre em Administração pela Universidade de São Paulo, FEA RP USP, 2007. Graduada em Administração pela Universidade Federal de Lavras, UFLA, 2005. Foi Coordenadora do Curso de Graduação em Administração da UNINOVE, 2010-2014. Atualmente é professora da Universidade Nove de Julho, UNINOVE, no Programa de Pós-graduação em Administração, Mestrado e Doutorado, Linha de Inovação, lecionando as seguintes disciplinas: Seminários de Dissertação; Seminários de Tese; Fronteiras do Conhecimento em Metodologia da Pesquisa; Gestão e Internacionalização do Empreendedorismo Inovador; e Tópicos Especiais em Inovação. Também é professora do curso de Graduação em Administração da UNINOVE e atua na coordenação técnica e acadêmica do Programa Escola da Ciência. É editora científica dos periódicos International Journal of Innovation (IJI) e Innovation & Management Review (IMR), além disso, é avaliadora de periódicos na área de Administração, tais como: Revista de Administração da USP (RAUSP); Revista Brasileira de Gestão de Negócios (RBGN); Revista de Administração, Contabilidade e Economia da FUNDACE (RACEF); Future Studies Research Journal; Internext; Gestão & Regionalidade; Desenvolvimento em Questão; Revista Ciências Administrativas; Revista GeAS; Revista de Gestão e Projetos; Revista Gestão e Secretariado; e Exacta. É líder de Grupo de Pesquisa do CNPq, intitulado Estratégia de Inovação, e no âmbito do grupo coordenou projetos de pesquisa financiados pelo CNPq: Projeto n° 471875/2014-7, intitulado Geração de Inovações para o Desenvolvimento Sustentável: Um Estudo com Empresas de Base Tecnológica de Economias Emergentes (2015-2017) e Projeto n° 108313/2017-4, intitulado Capacidades Relacional e Absortiva para Geração de Inovações: Um Estudo com Born Globals Brasileiras (2016-2017). Também participa dos seguintes grupos de pesquisa: Gestão e Modelos da Inovação (UNINOVE); Inovação e Sustentabilidade (UNINOVE); Núcleo de Política e Gestão Tecnológica da USP (PGT/USP); Núcleo de Pesquisas em Inovação, Gestão Empreendedora e Competitividade da USP (INGTEC); e Inovação na Era Digital (UFABC). Tem experiência na área de Administração e seus principais temas de pesquisa são: cooperação empresa-universidade, capacidades dinâmicas, capacidade relacional, capacidade absortiva e internacionalização da inovação.

Luc Quoniam, Université Du Sud Toulon Var (França)

Livre Docente em Ciências da Informação e da Comunicação na Université Aix Marseille III (1996).. Doutorado em Ciências da Informação e da Comunicação - Université Aix Marseille III (1988). Mestrado em Oceanologia - Université Aix Marseille II (1985). Graduação em Océanologie - Université Aix Marseille III (1984). Graduação em Química Analítica e Proteção do Meio Ambiente - Université Aix Marseille III (1981).Membro do Núcleo de Estudos Avançados em Informática e Gestão do Conhecimento da Uninove (NEAIGC). Pesquisador da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) no Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade - PPGCTS. Líder do Grupo de Pesquisa Lab4u pela UFSCAR. Pesquisador do laboratório IRSIC (EA4262) - Aix Marseille Université. Professeur des Universités - Université du Sud Toulon-Var. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Ciência da Informação e Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: inteligência competitiva, bibliometria, intelligence compétitive, Propriedade Intelectual, Patentes, Cientometria, Infometria, web 2.0, Prospecção.

André Moraes dos Santos, Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Educação Superior de Ciências Sociais Aplicadas

Doutor em Administração pela Universidade Nove de Julho, Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atualmente é professor titular da Universidade do Vale do Itajaí. Pesquisa na área de administração, com ênfase em Sistemas de Informação e Inovação, atuando principalmente nos seguintes temas: inovação, sistemas de inovação, sistemas de informações, adoção e infusão da tecnologia de informação e sistemas de informações, segurança da informação, gestão do conhecimento. Avaliador em Congressos Nacionais e Internacionais.

Downloads

Publicado

2019-05-15

Como Citar

Kniess, C. T., Costa, P. R. da, Quoniam, L., & Santos, A. M. dos. (2019). UTILIZAÇÃO DO RESÍDUO RESULTANTE DA COMBUSTÃO DE CARVÃO MINERAL EM USINAS TERMELÉTRICAS NA PRODUÇÃO DE NOVOS MATERIAIS: UMA ANÁLISE A PARTIR DE ARTIGOS CIENTÍFICOS E DE PATENTES. Revista De Gestão Social E Ambiental, 13(1), 76–93. https://doi.org/10.24857/rgsa.v13i1.1786

Edição

Seção

Artigos