UTILIZAÇÃO DO RESÍDUO RESULTANTE DA COMBUSTÃO DE CARVÃO MINERAL EM USINAS TERMELÉTRICAS NA PRODUÇÃO DE NOVOS MATERIAIS: UMA ANÁLISE A PARTIR DE ARTIGOS CIENTÍFICOS E DE PATENTES

Claudia Terezinha Kniess, Priscila Rezende da Costa, Luc Quoniam, André Moraes dos Santos

Resumo


O objetivo geral desta pesquisa foi mapear as aplicações descritoras da utilização do resíduo resultante da combustão do carvão mineral para a geração de energia, cinzas de carvão mineral, na produção de materiais vítreos e cerâmicos. A pesquisa foi exploratória e quantitativa, cujo método foi o bibliométrico. As bases científicas internacionais de artigos consultadas foram: Web Of Science (WOS), Scopus (SC) e Science Direct (SD). No mapeamento e exploração dos artigos, utilizou-se as ferramentas Cite Space II, Carrot2 e Paper Machines a partir da técnica de Heat Mapping. Já a base de patentes utilizada foi a Espacenet e a ferramenta computacional de extração e tratamento das patentes foi o Paten2net, um software de código aberto. Sobre os resultados, foram mapeados nas bases internacionais, de 2000 a 2014, 174 artigos que continham os termos “bottom ash” e “glass” ou “ceramic” e 657 documentos de patentes no período de 1951 a 2015, incluindo pedidos e concessões. De forma específica, os resultados possibilitaram a sistematização de informações esclarecedoras do estado da arte da utilização do resíduo cinzas de carvão na produção de materiais vítreos e cerâmicos, em consonância com Política Nacional de Resíduos Sólidos e com vistas a possibilidades de inovações sustentáveis. O processo de mapeamento, extração e análise de informações de bases de artigos e patentes, utilizado neste estudo, também pode ser replicado em estudos futuros de diferentes áreas do conhecimento.


Palavras-chave


cinzas de carvão; materiais cerâmicos; artigos científicos; análise de patentes; bibliometria.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24857/rgsa.v13i1.1786

Direitos autorais 2019 Revista de Gestão Social e Ambiental

Revista de Gestão Social e Ambiental ISSN: 1981-982X