ENVIRONMENTAL SUSTAINABILITY AND SUSTAINABLE CONSUMPTION: THE PERCEPTION OF BABY BOOMERS, GENERATION X AND Y IN BRAZIL

Autores

  • Eliana Andrea Severo Universidade de Caxias do Sul - UCS http://orcid.org/0000-0002-5970-4032
  • Julio Cesar Ferro de Guimarães Universidade Federal de Pelotas (UFPEL)
  • Lydia Maria Pinto Brito Universidade Potiguar (UNP).
  • Mateus Luan Dellarmelin Faculdade Meridional (IMED)

DOI:

https://doi.org/10.24857/rgsa.v11i3.1266

Palavras-chave:

Environmental sustainability, Environmental practices, Sustainable consumption, Generations

Resumo

The different generations, Baby Boomers, X and Y are inserted in society, consuming natural resources and impacting the environment. This study aims to analyze the perception of generations on the relationship of environmental sustainability, environmental practices and sustainable consumption, through the analysis of 824 respondents from different regions of Brazil. The methodology used in the research was quantitative and descriptive, through survey and evaluated by the exploratory factor analysis and multiple linear regression, in order to determine the relationship between constructs. The results highlight that generations have different perceptions of environmental issues. Baby boomers presented greater awareness of environmental sustainability in relation to sustainable consumption, as well as generation Y of environmental practices with sustainable consumption. Based on the results of the research, we suggest that companies and institutions should invest in education and environmental awareness actions, to improve the quality of life and minimize environmental impact.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Eliana Andrea Severo, Universidade de Caxias do Sul - UCS

Doutora em Administração pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil e pela Universidade de Caxias do Sul, UCS, Brasil. Mestrado em Administração pela Universidade de Caxias do Sul, UCS, Brasil. Especialização em Gestão Ambiental com Ênfase na Indústria pela Universidade de Caxias do Sul, UCS, Brasil. Graduação em Administração pela Universidade Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil. Graduação em Ciências Biológicas Licenciatura Plena pela Universidade de Santa Cruz do Sul, UNISC, Brasil. Experiência na área de Administração e Ambiental

Julio Cesar Ferro de Guimarães, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL)

Doutor em Administração pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, e pela Universidade de Caxias do Sul, UCS. Professor do Centro de Engenharias da UFPEL. Experiência na área de Sustentabilidade Ambiental, Sistemas de Produção, Inovação e Ensino.

Lydia Maria Pinto Brito, Universidade Potiguar (UNP).

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará. Experiência na área de gestão por competência, gestão do conhecimento, organizações de aprendizagem, comportamento organizacional, gestão estratégica de pessoas, relações de trabalho e responsabilidade social.

Mateus Luan Dellarmelin, Faculdade Meridional (IMED)

Mestrando em Administração (IMED).

Downloads

Publicado

2018-01-29

Como Citar

Severo, E. A., Guimarães, J. C. F. de, Brito, L. M. P., & Dellarmelin, M. L. (2018). ENVIRONMENTAL SUSTAINABILITY AND SUSTAINABLE CONSUMPTION: THE PERCEPTION OF BABY BOOMERS, GENERATION X AND Y IN BRAZIL. Revista De Gestão Social E Ambiental, 11(3), 92–110. https://doi.org/10.24857/rgsa.v11i3.1266

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)